KEYNES E OS POS-KEYNEASIANOS - PRINCIPIOS DE MACROECONOMIA PARA UMA ECONOMIA MONETARIA DE PRODUCAO

Mais informações

Por: R$ 59,90 Em 1x de: R$ 59,90

Comprar
Disponibilidade: Produto em estoque, postagem em até 03 dias uteis após a confirmação de pagamento, mais o tempo da transportadora
Consulte aqui o valor do frete e prazo de entrega do produto
Opção de parcelamento via cartão de crédito
  • 1x de R$ 59,90 sem juros
Avalie:

Ficha técnica

Código de barras:
9788550811789
Dimensões:
24.00cm x 17.00cm x 3.00cm
Edição:
1
Editora:
ALB - ALTA BOOKS
Idioma:
Português
ISBN:
8550811785
ISBN13:
9788550811789
Número de páginas:
288
Peso:
350 gramas
Encadernação:
Encadernado

Sinopse

este livro, Fernando Cardim de Carvalho verbalizou, de modo original, a visão de mundo de Keynes. Em particular, suas principais contribuições teóricas foram a definição dos princípios fundamentais que estabelecem o conceito de economia monetária daprodução, a análise sobre tomada de decisões sob condições de incerteza não probabilística, o desenvolvimento de uma teoria de escolha de portfólio na qual a decisão de investimento é vista como uma entre várias estratégias possíveis de acumulação de riqueza e a teoria da preferência pela liquidez. Em sua palestra feita no Encontro, na UNICAMP — onde fundou a Associação Keynesiana Brasileira, em 2008 —, Fernando Carvalho disse que “há muitos anos é notada, com alguma surpresa, a forte influência do pensamento de Keynes e de seus seguidores sobre o pensamento econômico brasileiro”, sendo que “sem negar a aceitação do pluralismo acadêmico por vários economistas ortodoxos, é difícil negar que a preservação da liberdade de reflexão acadêmica do Brasil sempre dependeu muito mais da força dos praticantes de tradições independentes do que da abertura intelectual da ortodoxia”. Fernando Cardim de Carvalho foi, sem dúvida, quem mais contribuiu para tanto, em função de sua magistral contribuição teórica, liderança intelectual e ativa participação acadêmica no Brasil, tanto no ensino quanto em orientações e participações em congressos e encontros. Nos primeiros capítulos deste volume, o professor Carvalho estabelece com firmeza os elos metodológicos entre o conceito keynesiano de incerteza e a literatura pós-keynesiana em evolução, enquanto demonstra por qual motivo a abordagem IS/LM “keynesiana” de Hicks afastou-se da trilha analítica cautelosa que Keynes estabelecera. Nos capítulos seguintes, o professor Carvalho parte da literatura pós-keynesiana existente para recolocar a teoria macroeconômica na rota que Keynes traçou. O autor varre o entulho da abordagem clássica ao equilíbrio e, com isso, permite que a economia pós-keynesiana “se assuma”. O que temos aqui é um guia teórico da realidade da operação de uma economia monetária. Tanto estudantes quanto professores que desejem compreender e trabalhar em direção a uma solução pragmática para os prementes problemas econômicos do mundo real em que vivemos, em vez de vomitar obviedades ideológicas ou fazer jogos de palavras tautológicos, estarão em dívida com a lucidez da exposição que o professor Carvalho oferece neste volume. Ele nos forneceu um modelo de livro-texto